Banguecoque: Exposição do projeto "Olá – A rugs exhibition by GUR”

Description

A Embaixada de Portugal na Tailândia e o Camões – Centro Cultural Português em Banguecoque, em parceria com a WTF Gallery, apresentam a exposição do projeto “Olá”, pela Rug by GUR, de Célia Esteves. A abertura será na quinta-feira, dia 28 de novembro de 2019, às 19h00, na WTF Gallery, e ficará patente até ao dia 12 de janeiro de 2020.

O projeto Gur, fundado pela artista Célia Esteves, faz uma abordagem contemporânea aos tradicionais tapetes de trapos portugueses, permitindo à artista trabalhar em permanente colaboração com artistas das mais diversas áreas da indústria criativa. Todos os tapetes são feitos à mão, numa oficina tradicional de Viana do Castelo, e em colaboração com designers e ilustradores nacionais e internacionais.

“Olá” é o título da exposição em que Célia Esteves, da GUR, e Somrak Sila, diretora da Galeria WTF em Banguecoque, uniram ideias para dar a conhecer em Banguecoque todas as anteriores colaborações portuguesas entre a GUR e artistas portugueses como Joana Estrela, Catarina Sobral, Bráulio Amado, entre muitos outros. Para além desta vertente que será dada a conhecer, a GUR ainda se juntou a quatro artistas tailandeses, desafiando-os a criar peças de tapeçaria segundo as técnicas de tapeçaria usadas por artesãos e artesãs portugueses. Assim, para além dos tapetes de vinte artistas portugueses, serão apresentadas quatro colaborações entre a GUR e os artistas tailandeses Lee Anantawat, Marc Stuart, Parvit Tae Pichienrangsan e Saran Yen Panya.

Célia Esteves nasceu em Viana do Castelo, em 1981. Licenciou-se em Design de Comunicação pela Escola Superior de Artes Decorativas (ESAD), Matosinhos e fez o Mestrado em Desenho e Técnicas de Impressão nas Belas Artes. Durante o seu percurso profissional tem desenvolvido projetos de design, ilustração e impressão. Participou em projetos de impressão de autor, residências artísticas, e deu apoio em várias oficinas com artistas internacionais. Apresentou trabalhos artísticos em exposições nacionais e internacionais, individuais e coletivas e terá agora a sua estreia na Tailândia.

Esta iniciativa tem o apoio do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, I.P.