Ambiente e Energia

É reconhecido por todos e ficou consagrado na Agenda 2030 que a erradicação da pobreza constitui um dos grandes desafios da atualidade e é um requisito indispensável ao desenvolvimento sustentável.

O atual enquadramento internacional (1), veio fortalecer a componente ambiental do desenvolvimento e aprofundar as sinergias, quer no seio desta componente, quer na ligação com as componentes sociais e económicas. E requer a colaboração e parceria entre todos os atores, nesta mudança de caminho na direção de um desenvolvimento de sociedades mais sustentáveis e resilientes.

É neste quadro que a cooperação portuguesa tem vindo a procurar reforçar a componente ambiental de modo a alinhar as suas políticas para responder não só aos requisitos internacionais como ajudar os seus parceiros a responder às necessidades neste domínio.

As ações e projetos nos quais temos estado envolvidos têm procurado, em particular, reforçar as capacidades dos nossos parceiros em matéria de implementação dos compromissos assumidos no âmbito do Acordo de Paris e aumentar a resiliência por via da eficiência hídrica. 

(1) Agenda para o Financiamento do Desenvolvimento, Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável e Acordo de Paris para as Alterações Climáticas

 

 

 

Consola de depuração Joomla

Sessão

Dados do perfil

Utilização de memória

Pedidos à Base de dados